Deputado pede namorado em casamento durante sessão do Parlamento australiano

Deputado pede namorado em casamento durante sessão do Parlamento australiano

- em Mundo
73
0
@PBPE

Tim Wilson, deputado australiano de 37 anos, propôs casamento ao seu namorado durante uma sessão do Parlamento de Camberra, esta segunda-feira, momentos depois de ter sido apresentado o projeto de lei para o reconhecimento do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

“Ryan Patrick Bolger, queres casar-te comigo?”, foi a proposta que o deputado fez ao seu companheiro de nove anos, que se encontrava presente nas galerias, e que de imediato respondeu afirmativamente. “Foi um ‘sim’, um retumbante ‘sim’”, confirmou o presidente da assembleia, Rob Mitchell, para que ficasse registado. “Parabéns pelo teu feito, colega”, acrescentou.

Tim Wilson emocionou-se e agradeceu ao seu noivo, por ter tornado o debate em curso “a banda sonora da nossa relação”.

O casamento homossexual deverá ser aprovado sem dificuldades antes do Natal, após a proposta ter passado com grande margem na semana passada na câmara alta do Senado.

O debate arrastava-se há mais de uma década e o projeto de de lei surgiu, após 62% dos 12,7 milhões de eleitores australianos que participaram numa votação por correspondência sobre o assunto se terem manifestado a favor.

“Este é um momento histórico de inclusão, de reconhecimento, de respeito”, declarou o primeiro-ministro Malcolm Turnbull, após o projeto de lei ter sido apresentado para debate na câmara baixa esta segunda-feira. “Este é um dia para ficarmos especialmente orgulhosos por todos os nossos amigos, os nossos colegas, os nossos irmãos, as nossas irmãs, poderem casar-se com as pessoas que amam”, acrescentou,

O anterior primeiro-ministro conservador, Tony Abbott, que liderara a campanha pelo “não”, declarou que apoiará agora a mudança legislativa. “Eu, decididamente, não vou fingir que de um dia para o outro fui convertido num apoiante do casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas fico satisfeito em respeitar e facilitar o veredicto do povo australiano”, disse. Abbott declarou ainda que tenciona assistir no próximo ano ao casamento da sua irmã Christine com a sua companheira, Virginia.

Numa mensagem publicada na rede social Twitter, a Casa dos Representantes australiana refere que após ter passado em revista os registos existentes, a proposta de casamento feita esta manhã deverá ter sido a primeira feita naquele Parlamento.

 

 

EXPRESSO

Comente Pelo Facebook

Deixe Sua Opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também:

Comer queijo diariamente ajuda a prevenir infarto, diz estudo

Segundo pesquisa, “dose” considerada eficaz é de 40